Seia Jazz & Blues

01 a 03 Jul

musica

“Quinteto Pedro Moreira”, “Blues do Cidadão”, “The Ragtime Rumours”, “MenatJazz Ensemble” e “Big Band da EPSE com Jacinta e Mónica Ferraz” compõem o cartaz da 17ª edição do Seia Jazz & Blues, que acontece em Seia, nos dias 1, 2 e 3 de julho.

Criado em 2005, o festival é uma referência incontornável da programação cultural do Município e por onde têm passado grandes nomes do jazz e do blues.

No ano passado reinventou-se, adotando o formato ao ar livre e, em julho, repete a proeza no principal espaço arborizado da cidade, em pleno parque verde do CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela.

O convite é para vir em família ou com amigos e apreciar as sonoridades em ambiência com a natureza, no coração da cidade.

Ao festival, este ano associam-se os sabores, com propostas para apreciar comidas do mundo em caravanas, naquele que é o Street Food tour, a decorrer em simultâneo e em horário alargado no parque verde do CISE.

A abertura do Seia Jazz & Blues, no dia 1 de julho, cabe ao Quinteto Pedro Moreira. O concerto está agendado para as 22 horas e inclui composições originais de Pedro Moreira.

Com um conjunto de músicos com forte identidade musical e de créditos no jazz português, procura-se um equilíbrio entre a expressão individual e criação coletiva.

No sábado, o programa arranca às 17 horas, em português, com “Blues do Cidadão”, um projeto inovador que também contém no seu repertório temas originais.

Autores como: Rui Veloso, Bruno Félix, Celso Blues Boy, Carlos Polónia, O Bando do Velho Jack e Blues Etílicos, representam bem a veracidade deste projeto inovador que inclui também no seu repertório temas originais!

Músicos com larga experiência nos Blues e que atuaram com: Bruno Félix, Go Graal Blues Band, José Cid (Acidjazz), Rui Veloso, Chris Jagger, Johnny Blues Band, Mable John (cantora de Ray Charles), Diunna Greenleaf e Liz McComb.

Ainda no dia 2 de julho e no registo blues, os holandeses “The Ragtime Rumours” sobem ao palco às 22 horas. Considerado “Melhor Álbum de Blues 2020” na Holanda, o espetáculo é uma mistura de Ragtime Old-Skool, gypsyjazz e Roots/Blues.

Pense em Pokey Lafarge e Tom Waits visitando Django Reinhard, bebendo uma grande caneca de café enquanto ouvia Robert Johnson.

Os Ragtime Rumours representaram a Holanda em Memphis, EUA, no International Blues Challenge e venceram o European Blues Challenge 2018.

No dia 3 de julho, feriado municipal, o jazz preenche o palco do festival. Primeiro (17h) com o quinteto MenatJazz Ensemble, formado por músicos apaixonados por jazz e seus derivados (Latin Jazz, Afro Jazz, Fusão e Funk).

Como os próprios referem “o prazer é grande em tocar jazz tradicional e lembrar os grandes mestres do estilo, como John Coltrane e Miles Davis”, sem esquecer também as sonoridades do jazz moderno e originais da banda.

O cartaz musical fecha às 22 horas, com uma formação habitual no festival, a Big Band da EPSE, este ano em palco com as convidadas Jacinta e Mónica Ferraz, duas vozes ímpares e emblemáticas do panorama nacional.

A Big Band da EPSE é um projeto que nasce no âmbito da disciplina de “Projetos Coletivos de Improvisação” do Curso Profissional de Instrumentistas de Sopro e Percussão/ Cordas e Tecla da Escola Profissional da Serra da Estrela. Com o objetivo de iniciar os seus alunos na área da improvisação, desenvolve um repertório baseado em standarts do Jazz e do Blues, incentivando-os ainda ao desenvolvimento da criação artística.

JACINTA e MÓNICA FERRAZ dispensam apresentações. Estas duas cantoras fantásticas unem-se nos palcos nacionais e internacionais , com as suas vozes e personalidades artísticas tão distintas fundem-se numa simbiose poderosa e deixam o publico extasiado e rendido ao concerto.

 

O Seia Jazz & Blues é uma iniciativa do Município de Seia e conta com a parceria da Escola Profissional da Serra da Estrela, do Conservatório de Música de Seia, do Festival DME – Dias da Música Eletroacústica e da DGArtes, através da Rede Teatros e Cineteatros Portugueses, na qual a Casa Municipal da Cultura está integrada.

 

Os bilhetes podem ser adquiridos na ticketline e na Casa Municipal da Cultura de Seia.

Galeria