Município vai reflorestar 10 hectares com plantas autóctones

16/02/2022 18:59

O Município de Seia vai promover duas ações de reflorestação em fevereiro. A primeira ação acontece já este domingo, com a plantação de 1600 medronheiros no Viveiro Florestal da Portela do Arão, em Valezim. O plantio incidirá nos socalcos laterais aos patamares, em cerca de 2 hectares.

A reflorestação sucede à recente reabilitação dos viveiros, implementada pelo Município de Seia no âmbito do projeto “Floresta Viva” do OPP 2018 – Orçamento Participativo de Portugal, tendo em vista a reativação dos viveiros para produção de plantas e desenvolvimento de ações de educação ambiental.

A ação de reflorestação na Mata do Desterro, que decorrerá a 27 de fevereiro, abrange uma área de cerca de 8ha e integra o projeto de recuperação florestal de área ardida, iniciado em 2020. Assim, em continuidade ao trabalho de controlo de vegetação espontânea, a ação englobará a retancha de plantas autóctones (castanheiro, carvalho e medronheiro) que não vingaram nesse ano.

A Mata do Desterro é propriedade da EDP, gerida pela Câmara Municipal de Seia desde 2007, através do regime de comodato, tendo em vista o aproveitamento dos recursos existentes no local para o desenvolvimento de atividades de investigação, educação ambiental, turismo e lazer. Trata-se de uma área com cerca de 136 hectares, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, ocupada essencialmente com pinheiros bravos.

À semelhança de outras iniciativas que têm vindo a ser desenvolvidas neste âmbito, a reflorestação está aberta à participação de todos os que pretendam colaborar, numa ação de voluntariado.

A organização aconselha o uso de botas, agasalho, impermeável, luvas de trabalho, bem como um pequeno lanche, água. A participação na reflorestação inclui seguro, sendo o transporte da responsabilidade dos participantes.

Os interessados podem inscrever-se no seguinte link: https://forms.gle/5HAP1N9jCp27icwBA