Excedência aos Valores Limiar de Ozono

15 | 07 | 2022

De acordo com informação da Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Rural do Centro (CCDRC), foi ultrapassado, na estação afeta à Zona Centro Interior, o valor de concentração de ozono de 240µg/m³ / 180µg/m³ (microgramas de ozono por metro cúbico de ar) que, no que respeita à poluição atmosférica pelo ozono, se encontra no Valor Limiar de Informação/Alerta da População (Decreto-Lei n.º 47/2017).

O registo foi efetuado na estação de Fundão – Salgueiro (Concelho de Fundão), identificando uma concentração média horária de 183 µg/m³, esta tarde, entre as 13h e as 14h.

Assim, na medida em que os valores de concentração registados podem provocar danos na saúde humana, especialmente nos grupos mais sensíveis da população (crianças, idosos, asmáticos, alérgicos e indivíduos com outras doenças respiratórias ou cardíacas) recomenda-se que os residentes nos locais afetados:

  • reduzam ao mínimo a atividade física intensa no exterior (sobretudo ao ar livre),
  • evitem outros fatores de risco, tais como fumar ou utilizar/contactar com produtos irritantes contendo solventes na sua composição (ex. gasolina, tintas e vernizes),
  • respeitem rigorosamente tratamentos médicos em curso,
  • recorram a cuidados médicos, em caso de agravamento de eventuais sintomas

A exposição a este poluente afeta, essencialmente, as mucosas oculares e respiratórias podendo o seu efeito manifestar-se através de sintomas como tosse, dores de cabeça, dores no peito, falta de ar e irritações oculares.

Para mais informação consultar o portal da CCDR, em www.ccdrc.pt .