Está a desenvolver-se, em pleno centro da cidade, a maior operação de requalificação alguma vez realizada na sede de concelho.
A empreitada “Porta da Estrela pressupõe intervenções nos domínios da mobilidade e da regeneração urbana, preconizando a reabilitação e valorização urbana da Avenida 1º de Maio, a requalificação e valorização urbana e paisagística da área da feira e do parque municipal.

A este respeito já são visíveis os percursos de ligação entre o parque municipal e o CISE – Centro de Interpretação da Serra da Estrela (ligação pedonal, ciclável e acessível) e entre o parque municipal e o recinto da feira (passagem inferior pedonal).

A obra de maior envergadura centra-se neste momento na zona da feira, onde além do parque de estacionamento/espaço multiusos está a ser construído um conjunto de plataformas acessíveis que comportarão vários equipamentos, designadamente um parque de manutenção intergeracional, um parque de skate, além da valorização paisagística associada.
Também já são notórios os trabalhos na rua Dr. António Melo Sena Mota Veiga e na Av. 1.º de Maio (em frente ao Cemitério Municipal), zona onde vai ser construído o “Hub intermodal”.

A operação “Porta da Estrela” comporta um investimento superior a 4 milhões de euros, cofinanciado pelo CENTRO 2020, e é uma das mais importantes ações estratégicas e prioritárias do Plano Estratégico de Reabilitação Urbana (PEDU). Com esta operação o Município pretende melhorar a dinâmica urbana da cidade, criando melhores condições de usufruto do espaço público, e reafirmar Seia como referência indissociável de acesso e ligação à serra da Estrela.