RBEMS, Rede de Bibliotecas Escolares e Municipais de Seia

Quem Somos

As Bibliotecas Escolares do Concelho de Seia, em 2004, iniciaram o projecto de formação de uma Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares e Municipal de Seia. Após várias reuniões e criação de documentos fundamentais à existência da Rede Concelhia – RBEMS – foi assinado um Protocolo, a 13 de Julho de 2006, entre as Escolas e o Município que estabelece os parâmetros de cooperação entre todos os envolvidos.

Os intervenientes directos da Rede Concelhia – RBEMS – são os Professores Coordenadores das Bibliotecas Escolares e a Bibliotecária da Biblioteca Municipal.
O que move estes intervenientes é a sua vontade de melhorar a qualidade do ensino em todas as Escolas do Concelho, proporcionando-lhes as mesmas oportunidades de actividades, nomeadamente, a presença de Escritores, Contadores, Ilustradores…; promover a leitura; promover variados momentos de aprendizagem e conhecimento; desenvolver um trabalho contínuo de dinamização, promoção e divulgação de práticas que permitam dotar os leitores e utilizadores de competências nos domínios da informação e da literacia….

Neste momento, já se encontra disponível, para toda a comunidade, um Catálogo Colectivo que integra as bases bibliográficas das Bibliotecas Escolares e Municipal do Concelho, a partilha de documentos, imagens e notícias.
A Rede Concelhia – RBEMS – permite fomentar a troca de recursos; realizar iniciativas conjuntas de divulgação, animação e promoção do livro e da leitura; valorizar, tornar visível e apoiar actividades na área da leitura; estabelecer parcerias e desenvolver acções concertadas que contribuam, de algum modo, para que “todas as pessoas – crianças, jovens e adultos – possam beneficiar de oportunidades educativas, orientadas para responder às necessidades educativas básicas. Estas necessidades compreendem os instrumentos de aprendizagem essenciais (como a leitura, a escrita, a expressão oral, o cálculo e a resolução de problemas) e, também os conteúdos básicos de aprendizagem (como os conhecimentos, as capacidades, os valores e as atitudes), necessários aos seres humanos para poderem sobreviver, desenvolver plenamente as suas capacidades, viver e trabalhar com dignidade, participar por inteiro no desenvolvimento, melhorar a qualidade das suas vidas, tomar decisões fundamentadas e prosseguir a sua aprendizagem” (UNICEF, UNESCO, PNUB, Banco Mundial, 1990, p. 10-11).

Todo o trabalho da rede concelhia só foi possível graças à parceria existente entre os Ministérios da Cultura e Educação, à colaboração incondicional do Gabinete da Rede das Bibliotecas Escolares, e ao envolvimento do Município e dos Conselhos Executivos dos Agrupamentos/Escolas.
 

Pesquisar


Link blog RBEMS:

Mil Leituras...