Município de Seia

 

 

 

        VILLE DE DOMFRONT

donfront

ps       

     1ª Revisão ao PDM
pdm


 

arus 




sig

gae


canil 

 seia empreende


 

 

 

 

 

 medicamentosnatalidade

 

 

 

 

  blvs
 

 

Error: No articles to display

 

 

 

 

rbems


     

O início de 2017 promete ficar para a história. A maior e mais moderna rede de fibra ótica chegou a Seia e promete revolucionar os canais de comunicação, permitindo às empresas, instituições e residentes tirarem maior partido das suas vantagens.


A Portugal Telecom (PT) lançou o seu serviço de fibra ótica em Seia, onde mais de 6 mil casas serão servidas, proporcionando o acesso ao melhor ecossistema de serviços de telecomunicações em Portugal.

Este nível de inovação permite aos senenses o acesso, em casa, a um conjunto de serviços cada vez mais completos, fiáveis e resistentes, que superam as outras soluções, tanto ao nível da utilização da internet, como da televisão e do telefone. Já nas empresas, as potencialidades traduzem-se no acesso a novos modelos de negócio com capacidade de otimização de recursos e expansão para novos mercados, assim como serviços integrados de telecomunicações e tecnologias de informação.

Seia dá mais um passo para se colocar na linha da frente da comunicação tecnológica, alavancando um sector estratégico para a inovação, num ‘salto’ qualitativo considerável para o Município e “inspirador” de uma nova forma de pensar o território.

A expansão da rede da PT a Seia enquadra-se no objetivo estratégico da empresa de, até 2020, implementar a tecnologia em mais 3 milhões de casas e empresas.


Câmara exige reposição da normalidade nas infraestruturas públicas alvo de intervenção.
A instalação da rede de fibra ótica, levada a cabo nos últimos meses, tem provocado alguns congestionamentos, nomeadamente nas vias com maior afluência. No entanto, e apesar de se tratar de uma situação pontual, absolutamente necessária para a melhoria da distribuição deste autêntico ‘TGV’ informacional, o Município têm apelado constantemente à reposição da normalidade nas infraestruturas públicas onde a empresa tem vindo a intervir.

A Casa Municipal da Cultura de Seia vai levar a efeito um curso de iniciação teatral, que decorrerá de Fevereiro a Junho, oferecendo novamente a toda a comunidade a oportunidade de ser parte integrante de atividades lúdicas e culturais, além de despertar o gosto pela arte cénica.

O curso será orientado pelo encenador Alexandre Sampaio funcionará em horário a definir no seio do grupo de participantes, prevendo-se uma sessão semanal de 2 horas e meia, que pretende proporcionar aos participantes a experiência da criação, ensaios e montagem de um espetáculo, com o intuito de o mesmo ser apresentado ao público.

Refira-se que o conteúdo das sessões irá propiciar aos participantes o desenvolvimento da capacidade criativa, expressiva e comunicativa, bem como o reforço da confiança individual e da coesão grupal.

As inscrições são gratuitas e estão abertas na Casa da Cultura, mas também podem ser efetuadas pelo telefone 238 310 293 ou por e-mail - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. - até ao fim do mês de Janeiro.

Recorde-se que este é o 10º curso organizado pelo Município de Seia no âmbito das atividades da Casa da Cultura de Seia, de onde tem resultado vários trabalhos de apresentação ao público, dando mesmo corpo ao Grupo “Sena em Palco”, entretanto criado.


Para consultar os objetivos do curso e conteúdos a lecionar, clique aqui!

O Município de Seia aceitou o desafio e partiu numa viagem de descoberta, reflexão e ação sobre cidadania e participação cívica. Num momento de partilha intergeracional, procurando debater questões relacionadas com ‘Saúde e Qualidade de Vida’, a Biblioteca Municipal recebeu, no passado dia 9 de janeiro, a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local - ANIMAR. Num debate aberto e interativo, os presentes foram convidados a conhecer bons exemplos de cidadania, ao mesmo tempo que se estimulou a reflexão sobre o combate à desigualdade e discriminação.

Inserido no Roteiro “Cidadania em Portugal”, o projeto, que é uma iniciativa do Governo em parceria com a ANIMAR, está a percorrer o país numa carrinha equipada com recursos lúdico-pedagógicos.

 

Tendo em conta a obrigatoriedade da desmaterialização dos processos aquisitivos (nos termos do Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro), decidiu a Câmara Municipal de Seia aderir à Plataforma Eletrónica de Contratação Pública - www.acingov.pt - que permitirá divulgar ofertas de contratação, solicitar e receber propostas dos fornecedores (atuais ou futuros).

Com esta plataforma o processo aquisitivo será mais célere, eficiente e com menores custos, especialmente para os fornecedores (atuais ou futuros).


Inscrição para qualquer fornecedor (atual ou futuro)


Para que possa receber convites de procedimentos de ajuste direto ou aceder aos procedimentos de concursos públicos, assim como para submeter pedidos de esclarecimentos, listas de erros e omissões ou apresentar propostas, deve, com a maior brevidade, aceder à plataforma www.acingov.pt e inscrever-se como fornecedor (caso ainda o não tenha feito). Na plataforma das compras públicas estão disponíveis as instruções de inscrição que servirão de apoio ao registo referido.

 

 

 

 

O município de Seia procedeu à alteração de tecnologia de iluminação em vários edifícios municipais optando por tecnologia que visa melhores práticas económicas e ambientais.

A medida surge da candidatura ao Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) 2013-2014 (Candidaturas da ERSE), no âmbito do Plano de Ação para a Energia Sustentável (PAES), medidas que beneficiam de uma taxa de financiamento de 80%. 

Esta intervenção consistiu na substituição dos balastros ferromagnéticos de baixa eficiência energética por balastros eletrónicos dimáveis, associado a um controlador eletrónico individual para gestão do sistema, permitindo a programação, supervisão e monitorização da infraestrutura.

Nesta fase os edifícios intervencionados foram os Pavilhão Gimnodesportivo Municipal Padre Martinho em São Romão, Complexo Desportivo Municipal (pavilhão do Parque Municipal) e Complexo Desportivo Municipal 2 (pavilhão das Piscinas Municipais).

Esta medida pretende reduzir a potência absorvida pelos sistemas de iluminação que tenham por base lâmpadas de descarga (vapor de sódio de alta pressão e iodetos metálicos), estimando-se uma poupança do consumo de energia acima dos 35%.

Marcando o início de um período de grandes desafios para o desenvolvimento da cidade e do concelho de Seia, a Câmara Municipal apresentou no passado dia 6 de Dezembro, através de sessão pública, no Auditório da Casa Municipal da Cultura, as principais linhas orientadoras do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), bem como os projetos que integram a base estrutural do programa.


 

Na sequência da candidatura formalizada junto da CCDR (entidade gestora do Programa Operacional da Região Centro), negociação e concertação, relativa ao PEDU, o município irá receber mais de 8 milhões de euros no âmbito do novo quadro comunitário de apoio Portugal 2020, para diversas obras e investimentos a concretizar no concelho e que correspondem a um valor global de 10.172.352,94€ (comparticipação FEDER, de 85%).

As verbas destinam-se a financiar um conjunto de iniciativas que prometem revolucionar a cidade nas componentes da mobilidade urbana sustentável, regeneração urbana e da inclusão das comunidades desfavorecidas, prosseguindo uma estratégia de competitividade, emprego, inovação, sustentabilidade e inclusão social.

Estruturalmente as estratégias PEDU SEIA 2020 assentam no desenvolvimento de três grandes linhas orientadoras e estratégicas:

SEIA - Porta da Estrela: Seia é indubitavelmente a principal “porta” e uma referência privilegiada de acesso à Serra da Estrela. Neste enquadramento, o PEDU SEIA 2020 preconiza com o seu projeto mais importante do ponto de vista financeiro, o desenvolvimento de uma área que vai desde o Recinto da Feira ao Bairro da N. Sra. Do Rosário. Um projeto que prevê a instalação de uma plataforma urbana e de mobilidade designada “HubPorta da Estrela" - interface de intermodalidade entre os vários modos de transporte da cidade, transporte público, transporte individual e deslocações em modos suaves (a pé, bicicleta). Também se pretende o desenvolvimento de um espaço público de qualidade para os residentes e visitantes e que compreende a criação de uma praça multiusos, um jardim intergeracional e um percurso botânico.


SEIA - Os caminhos da Vila:
Porque a mobilidade é um dos fatores essenciais de desenvolvimento e qualidade de vida na cidade, propõe-se um aproveitamento e requalificação das vias e infraestruturas existentes, ligando as várias áreas da cidade geradoras de movimentos pendulares mais intensos (centro histórico, áreas residenciais, escolares, serviços públicos). Entram neste âmbito do desenvolvimento dos projetos de melhoria das condições de circulação em modo suave dos eixos Avenida 1º de Maio, do percurso das Escolas, de um novo acesso pedonal ao CISE, por exemplo.


SEIA - Reabilitação de edifícios públicos / Criação de Mercados para o Desenvolvimento Económico: O Município dispõe de um conjunto vasto de património de edifícios municipais que atualmente já servem o desenvolvimento da cidade mas que pretendemos reaproveitar e potenciar. Mercados de saberes e sabores - exemplificamos a reabilitação do mercado, da requalificação da área da feira, da recuperação de edifícios na ex FERCOL; Residências temáticas: de artistas e investigadores (a casa do castelo); De Casas de Arte: das Letras (a biblioteca), da Música (o conservatório), da história (Anexo do Solar dos Botelhos), o centro interpretativo da república (recuperação da escola e memória do senense Afonso Costa). Trata-se efetivamente de recuperar o património físico dos edifícios mas e sobretudo valorizar dinâmicas criativas e de valorização da função social e económica dos edifícios e do centro histórico.

 

Abrangendo um quadro de 25 intervenções a realizar faseadamente entre 2016-2018 e 2019-2023, está já fixado que o primeiro dos grandes desafios, resulta de no final de 2018 ter conseguido executar pelo menos aproximadamente metade do quadro global de investimento previsto (cerca de 5 milhões de euros).

Uma comunidade que ao longo dos séculos provou ser capaz de enfrentar dificuldades maiores

É fundamental que todos nós nos mobilizemos para enfrentar os problemas que condicionam o nosso desenvolvimento, aproveitando de forma inteligente, competitiva e integradora as potencialidades de que dispomos. Da parte do Município tudo procuraremos fazer que este seja a terra onde todos possam viver, visitar e investir, mas o PEDU SEIA 2020 também exige da comunidade o devido envolvimento e participação, pelo que será criado um Conselho Consultivo integrando os representantes e cidadãos da sociedade civil que tenham a vontade e a determinação para sugerir e avaliar as melhores ideias que nos permitam a todos elevar o nome da nossa cidade, melhorar a vida dos nossos conterrâneos e ser um concelho e uma cidade competitiva!

 

 

     boletim artis

cineecoclimadapt

loja poupanca

 

 

 

Desenvolvido por: Mixlife

Município de Seia - Largo Dr. António Borges Pires, 6270-494 Seia
Tel.: 238 310 230