Município de Seia

 

 

 

        VILLE DE DOMFRONT

donfront

ps       

     1ª Revisão ao PDM
pdm


 

arus 




sig

gae


canil 

 seia empreende


 

 

 

 

 

 medicamentosnatalidade

 

 

 

 

  blvs
 

 

Error: No articles to display

 

 

 

 

rbems


     

 O Cineteatro da Casa Municipal da Cultura encheu, este domingo (dia 14 de maio), para receber a 8ª edição do festival mais Especial de sempre. O festival contou momentos musicais únicos, para além da representação dramática, cujos protagonistas foram as crianças e adultos da Casa de Santa Isabel, do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da Fundação Aurora Borges e da Casa do Povo de Seia e, ainda, crianças autistas e portadoras de deficiência das unidades de ensino estruturado do concelho. Este ano contámos com a participação especial do projeto musical “Ligados às Máquinas”, nascido da atividade do departamento de música da APCC (Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra), desenvolvida pelo musicoterapeuta e diretor musical do grupo, Paulo Jacob. Foram nove os instrumentistas, que utilizando exclusivamente samples sonoros que eles próprios escolheram e recolheram, deixaram para trás a sua condição física e entregam-se à criação musical com determinação exemplar de não deixar as limitações motoras impedirem o sonho, contribuindo assim para uma harmoniosa combinação de diferenças pessoais Na consciencialização do que é o ser humano na sua infinitude, complexidade e fragilidade, o Festival Especial veio mais uma vez mostrar que, na diferença, todo o Homem tem dons. Assim, criaram-se alicerces para mostrar ao mundo que a diferença não importa, revelando que não há pessoas mais empenhadas e sinceras no que fazem. São elas que nos levam a bater palmas até ao fim, sorrir e sobretudo nos deixam a lágrima no canto do olho. E o que importa realmente? Não somos todos diferentes?

A Câmara Municipal de Seia ofereceu uma nova vida à escola primária de Santa Comba de Seia. O Centro de BTT Seia - Aldeias de Montanha, nova infraestrutura vocacionada para apoiar os praticantes de BTT e cicloturismo, foi inaugurado durante a manhã deste domingo e disponibiliza balneários e uma estação de serviço para bicicletas - com máquina de lavagem e enchimento de pneus e mini-oficina (em regime de self-service).

A Câmara Municipal apresentou, na tarde de quinta-feira, no Museu Natural da Eletricidade e na Junta de Freguesia do Sabugueiro, os projetos de duas novas praias fluviais no Concelho. Tratam-se da Praia Fluvial do Dr. Pedro (Senhora do Desterro) e a Praia Fluvial do Sabugueiro, no curso do Rio Alva, dois novos investimentos que visam aumentar a atratividade do concelho. As obras são financiadas e ascendem numa primeira fase, a um investimento de cerca de 160 mil euros. A operação, cujos concursos serão lançados na próxima semana, visa requalificar, por completo, estes dois espaços, já utilizados para recreação balnear.

A Escola Superior de Turismo e Hotelaria, através do seu observatório, revelou que a edição de 2016 do evento Oh Meu Deus (OMD) – Ultra Trail Serra da Estrela teve um retorno económico direto para a região na ordem dos 600 mil euros. A divulgação destes dados aconteceu no âmbito da conferência de imprensa promovida pela autarquia senense, no dia 10 de maio, onde também foram apresentados outros eventos considerados estratégicos para a valorização e posicionamento do território no turismo de aventura e de natureza, como o Granfondo Serra da Estrela e a Maratona BTT Serra da Estrela – Seia.

Programação decorre de 8 a 14 de maio e integra momentos de debate sobre o setor turístico, bem como atividades de lazer, dando a conhecer algumas das potencialidades do território, através de visitas guiadas, percursos pedestres, passeios, apresentações, finalizando a semana com a inauguração do Centro BTT Seia – Aldeias de Montanha.

O relatório de prestação de contas de 2016 do Município de Seia, tem como nota dominante a redução do endividamento e o aumento do investimento público, evidenciando "os melhores resultados de sempre", garantiu o presidente, Filipe Camelo.


O relatório de gestão, que já havia sido aprovado em reunião do executivo municipal, foi validado em Assembleia Municipal por uma larga maioria. Um documento financeiro que espelha, com grande clareza, o compromisso assumido na consolidação do equilíbrio financeiro, que se tem vindo a verificar nos últimos anos.

Durante a sua apresentação, Filipe Camelo, referiu que “apesar do contexto ainda pouco favorável, o município apresenta resultados positivos, evidenciando a consolidação do equilíbrio financeiro”, decorrente da aposta estratégica na contenção das despesas e seletividade do investimento.

Em termos globais, destaca-se um saldo de gerência de um milhão e seiscentos e quarenta mil euros, uma execução da receita que ultrapassa os 100% e um aumento das despesas de capital, com o investimento a crescer 12,58%.

O autarca frisou que “para alcançar a situação económico-financeira estável de que o município goza, através da redução efetiva do endividamento e do equilíbrio orçamental positivo, muito contribuiu a gestão equilibrada de longo prazo que tem vindo a ser feita, cujo ciclo se iniciou em 2009, assente na redução dos custos da estrutura e nos ganhos de eficiência, bem como na renegociação oportunamente realizada com as instituições financeiras no âmbito do Plano de Reequilíbrio Financeiro em curso.

Em 2009, quando o atual executivo tomou posse, o ano fechou com um endividamento superior a 71 milhões de euros, situando-se agora abaixo dos 50 milhões de euros, sem que o município tivesse deixado de assegurar os compromissos assumidos e lançando mesmo novos projetos. Um desempenho financeiro notável, tomando em consideração os aspetos relativos à evolução da dívida, que só no ano transato regrediu em 3,9 milhões de euros.

Este desempenho permitiu o crescimento em 15 % das verbas transferidas para as Juntas/Uniões de Freguesia, ampliar o amplo pacote de apoios sociais, bem como outros incentivos, de que são exemplo as minorações aplicadas ao nível do IMI, o não aumento das taxas e tarifas dos serviços prestados pelo Município ou o reforço das medidas criadas no âmbito do apoio à economia e ao emprego, consubstanciadas no programa "Seia, Empreende e Inova".

Também as coletividades e instituições do Concelho, nos domínios social, cultural e desportivo, puderam, igualmente dispor dos apoios financeiros que o Município coloca, anualmente, à sua disposição, no sentido de cumprirem com a sua missão.

Concluindo, o presidente da Câmara, lembrou que a redução dos níveis de endividamento, permite continuar a libertar recursos para o aumento gradual do investimento público, favorecendo a adoção de mais e novas políticas públicas que incrementem a qualidade de vida da comunidade e tornem o Concelho mais atrativo e competitivo e em condições de executar com grande eficácia os investimentos programados no âmbito do Portugal 2020.

     boletim artis

cineecoclimadapt

loja poupanca

 

 

 

Desenvolvido por: Mixlife

Município de Seia - Largo Dr. António Borges Pires, 6270-494 Seia
Tel.: 238 310 230